Notícia

Mulher morre em RO após usar remédio para emagrecer, diz marido

“Para mim, ela estava linda do jeito que era”, diz marido de mulher que morreu tentando emagrecer com remédio em Chupinguaia
Mulher morre em RO após usar remédio para emagrecer, diz marido
Reprodução

A dona-de-casa Alexandra Jorge Rodrigues, de 34 anos, morreu no domingo, em Chupinguaia. De acordo com o marido dela, Charles Pereira de Sá, de 33 anos, a morte foi causada por um remédio para emagrecer. A Polícia Civil investiga o caso.

O casal morava em uma fazenda, onde o homem trabalha como vaqueiro. Ele contou ao portal G1 que a mulher estava insatisfeita com o peso e adquiriu o produto, após buscar informações com uma conhecida. Elas negociaram o emagrecedor por meio de um aplicativo de mensagens.

No frasco do produto diz que há 45 cápsulas, e a mulher já teria tomado 40 delas. Segundo os familiares, ela chegou a perder cinco quilos numa semana. “Deixo um alerta para que as pessoas não comprem esses remédios ‘fundo de quintal’. Perdi minha esposa, que eu amava muito, por causa desse remédio. Depois que ela começou a tomar esse remédio, começou a passar mal e chegou nisso. Para mim ela estava linda do jeito que era”, enfatiza o marido.

Segundo Charles, Alexandra preparava o jantar, quando caiu. Ele levou a vítima até o hospital, mas ela já chegou sem vida na unidade de saúde. O corpo passou por necropsia na manhã desta segunda-feira (18) em Vilhena e foi levado para o município de Alta Floresta do Oeste (RO), onde será velado e sepultado. Ela deixa três filhos.

O G1 ligou para a suspeita de ter vendido as cápsulas para a vítima. Ela alegou que o produto não é medicamento e sim um complemento emagrecedor natural que não precisa de receita médica. A mulher ainda destacou que faz uso do produto há mais de dois anos e nunca teve problemas de saúde.

A reportagem perguntou onde o produto é fabricado e também pediu o contato do responsável técnico. Contudo, ela afirmou que não tinha conhecimento dessas informações.

O resultado do laudo sobre a causa da morte deve ser emitido nas próximas semanas.

Fonte(s): Eliete Marques / G1 Cone Sul

Comentários

Últimas notícias

07 Mai
Polícia
11 cidades de RO estão em situação de risco para a dengue

Os principais criadouros do mosquito Aedes aegypti continuam sendo o lixo doméstico, além de recipientes plásticos, latas, sucatas e entulho

30 Abr
Polícia
Costelão da Casa Esporte

Evento de confraternização para comemorar o inicio da temporada de pesca

30 Abr
Polícia
Motorista atropela cobra sucuri na BR 364 e Polícia Ambiental vai investigar o caso

Segundo informações a empresa Ipê Transportes, responsável pelo ônibus que aparece no vídeo, diz que vai se manifestar por nota